02 jul, 2019

Venda mais no e-commerce: 5 pontos que merecem sua atenção

02 jul, 2019

O usuário da internet busca e consome informações o tempo todo. Além disso, faz uso delas para tomar decisões, formar uma opinião e influenciar pessoas.

Quando analisamos o e-commerce, este comportamento é ainda mais evidente após a aquisição de um produto ou serviço. Isso porque o consumidor faz uso das redes sociais e canais de avaliação para opinar sobre sua experiência de compra, seja positiva ou não.

Neste cenário, gostaria de conduzir você a 5 pontos que merecem sua atenção. Eles contribuem diretamente no sucesso e na saúde do seu comércio eletrônico:

1 – Fortaleça sua marca

A presença de uma marca é um dos fatores decisivos no funil e vendas. Seu marketing digital precisa estar bem alinhado, estratégico e muito bem planejado. Além disso, deve considerar sazonalidades de mercado e do segmento.

Preocupe-se em promover ações de engajamento que geram visibilidade, credibilidade e interesse pela sua marca, produto ou serviço ofertado.

Entender seu segmento e o comportamento do seu público em potencial é muito importante. Você deve usar esse conhecimento para nortear suas estratégias, auxiliando a definição das melhores mídias de divulgação e canais de venda. Não seja previsível e inove sempre!

2 – Proporcione confiança e segurança

Certa vez, minha social media recebeu um contato um tanto quanto peculiar que gerou estranheza. Tratava-se de uma mensagem formal. Nela, um senhor se apresentava como empresário, dono de vários negócios e posses, informando que havia interesse em adquirir alguns produtos disponibilizados no e-commerce.

No entanto, ele não queria deixar seus dados cadastrados na internet, solicitando um caminho alternativo para realizar a compra. Achou engraçado? No primeiro momento eu também, mas “só que não!”.

Esta situação me deixou intrigado e me fez compreender, que, na prática, a insegurança do consumidor durante o processo ainda é uma realidade e não se trata de nível de instrução ou idade. Para minimizar situações como essa, apresente-se como uma empresa confiável, utilize selos de segurança e disponibilize diversos meios de contato.

Lembre-de também das páginas institucionais com fotos e informações relevantes sobre a empresa. Elas devem conter instruções sobre o processo de compra, meios de pagamento e envio, política de troca, etc.

3 – Seu e-commerce intuitivo e de fácil navegação

Já passou pela experiência de entrar em uma loja e não se sentir à vontade? Procurar por um produto e não encontrar? Ser abordado por um vendedor, muitas vezes inconveniente, forçando a venda de um algo que você não está interessado? É exatamente essas sensações que o visitante do seu e-commerce pode ter caso não esteja preparada recebê-lo de forma assertiva.

É muito importante ter um site estruturado. Categorias bem definidas, navegação intuitiva que conduza o usuário naturalmente à finalização da compra.

Além disso, a comunicação visual deve ser clara e objetiva, promoções atrativas, formas de pagamento e descontos sem redundâncias. As páginas de produto devem ter  descrição, especificações e imagens de qualidade.

4 – Tenha SAC bem estruturado

O Serviço de Atendimento ao Consumidor é um dos itens mais importantes. Este setor fica na ponta, ouvindo e sentindo as maiores alegrias e dores do consumidor: dúvidas, reclamações, falta de informações no cadastro do produto, insegurança na sua empresa ou marca, problemas ao finalizar uma compra, etc.

É estratégico utilizar recursos automatizados, como: FAQ, chat bots e outros, mas não basta! Muito importante e necessário ter sensibilidade e acompanhamento contínuo. Assim, pode-se absorver as oportunidades e tratar os problemas identificados com base nas ricas informações fornecidas pelos próprios clientes.

Sempre falo aos meus clientes: somos virtuais, mas somos reais! Exatamente por estarmos no e-commerce, em que tudo parece mecânico demais, faz-se necessário mostrar aos clientes que existem pessoas reais por trás de um e-commerce.

As pessoas são quem garantem a qualidade e a entrega de um produto ou serviço. Se algum imprevisto ocorrer neste processo, alguém estará à disposição para resolver através dos canais de atendimento.

5 – Seja a solução

Mais que um produto ou serviço, seja a cura para a “dor” do seu cliente! Pense que ele já passou por vários e-commerces, foi bombardeado por várias mídias e se algo o trouxe até você, faça ele ficar um pouco mais, faça ele voltar.

Lembre-se: um consumidor só passa a ser seu cliente a partir da segunda compra. Você tem apenas uma chance para “encanta-lo” e fidelizá-lo. Então faça isso com excelência e coloque em prática os 4 pontos anteriores.

Fonte: https://www.ecommercebrasil.com.br/artigos/e-commerce-5-pontos-vender-mais/

«

Leave a comment:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *